terça-feira, 29 de abril de 2014

Livro do Momento #4: "Infeccção"

Publicada por Karna Feminino à(s) 15:50 2 comentários
Bom, já há algum tempo que não publicava nada sobre as minhas leituras, o que se deveu, em primeiro lugar, a ter estado de férias e, em segundo lugar, às dimensões do livro em questão.
"Infecção", de Scott Sigler foi o último livro que li e, como se pode perceber, continuo numa onda de terror. 
Preço: 3,50€
Editora: 1001 Mundos
Mas este é outro tipo de terror diferente, é o terror que envolver muito sangue, muitas mortes, assassinos em série e, como não podia deixar de ser, seres de outros planetas.
Este é o primeiro livro de uma trilogia, que começa por nos contar como é que pessoas aparentemente normais conseguem evoluir para assassinos implacáveis e com tendências suicidas. O que parece ser a causa disso são pequenas borbulhas, por debaixo da pele, que se transformam em triângulos azuis que comandam a pessoa em que estão hospedados.
Intrigante, não?
Querem saber como acaba? Então vão ler!
Livro aprovado e aconselhado aos amantes de thriller e terror.

Comentários no Blogger #1: preciso de ajuda!

Publicada por Karna Feminino à(s) 11:23 2 comentários
Já aqui há uns tempos me tinha queixado no Facebook que não conseguia fazer comentários no Blogger. Na altura consegui resolver o problema mudando de Browser, passei a utilizar o Firefox.
Mas agora voltou tudo ao mesmo!
Será que alguém me pode ajudar?
Vou "mostrar" o que se passa.
Estou eu muito bem a ler os meus blogs habituais (neste caso, fui ao Opiniões em Teia), gosto do que li e vou para comentar... (digo já que sim, tenho a conta do Google e Gmail com o login feito)
Como estão a ver, preciso de selecionar o meu perfil (o que, por si só já não é normal). Depois, quando vou para selecionar...
Escolho a conta do google, mas ele não me pede para fazer login... Mesmo assim escrevo qualquer coisa...
E quando carrego no publicar, acontece isto.
Ou seja, nada. Não publica, faz como se atualizasse. E isto acontece independentemente se eu escolher conta do Google, anónimo, OpenID, o que for... Só tenho conseguido, às vezes, publicar através do Android.
Já voltei a experimentar trocar de Browser, usei o Chrome, mas o problema persiste. Já falei também com o melhor informático (do mundo e arredores!) que conheço, o meu santo namorado, mas ele também não me conseguiu ajudar. Já me fartei de procurar pela Internet alguma coisa, mas não obtive qualquer resultado.
E com esta publicação vem um pedido... Alguém me pode ou consegue ajudar?

segunda-feira, 28 de abril de 2014

A procura de emprego e o desespero: um desabafo

Publicada por Karna Feminino à(s) 22:33 2 comentários
Hoje escrevo-vos num estado bastante pessimista e desanimado. Tenho andado aqui em pulgas, a pensar que teria uma grande novidade para vos contar em breve, mas começo a pensar que esta notícia já voltou à incerteza...
Assim muito resumidamente, neste momento, como já fui dizendo noutras ocasiões e noutros meios de comunicação, estou em casa e a terminar a minha tese de mestrado. Mas não estou em casa por opção ou por falta de lugar, porque em setembro eu tinha arranjado um "pequeno" emprego, em que ganhava o mínimo dos mínimos e ocupava o cargo de, praticamente, uma equipa inteira de trabalho. Já se sabe, o costume.
Entretanto, mais ou menos na mesma altura, chamaram-me para uma entrevista para um cargo que eu queria muito, num colégio muito bom e, ainda para mais, queriam muito que eu ficasse com o lugar, tanto que num espaço de dois dias já me tinham feito duas entrevistas e tinham-me ligado para ficar enquadrada como estágio profissional. 
Só que havia um senão (há sempre, até porque de outra maneira nem estava a contar a história): precisavam urgentemente de alguém para o lugar e portanto sugeriram-me começar a trabalhar de imediato, mas em regime de voluntariado. Como neguei, ofereceram-se para me dar algo para as despesas de deslocação, qualquer coisa que nem chegava a 150 euros. Ou seja, pediram-me para trabalhar a título gratuito até o dito estágio profissional estar aprovado. Apesar de ter chorado baba e ranho, recusei a propostas e disse que, naquele momento, apesar de não estar a fazer algo de que realmente gostava, sempre estava a ganhar (um pouco) mais que o ordenado mínimo e que não podia aceitar trabalhar naquelas condições.
Tudo isto passou, mas quase dois meses depois voltaram a ligar-me, a perguntar se continuava interessada no lugar, que já podiam esperar pela aprovação do estágio. Claro que aceitei e fiquei super entusiasmada, numa semaninha saí do sítio onde estava e esperei pelo estágio que, como era uma transferência, me garantiram que demorava entre duas semanas a um mês.
Ainda hoje estou à espera.
Pormenores à parte, a transferência do estágio correu mal. Tiveram de fazer um outro pedido.
Pedido esse que recebi a notícia na semana passada que tinha sido aprovado.
Hoje, de um modo muito inexpriente e inocente, atendi a chamada, era para me dizerem que começar efetivamente a trabalhar ainda vai demorar cerca de duas semanas. E aproveitaram-me para me propôr, novamente, que trabalhe de graça enquanto o estágio não começa, talvez com a ajuda de despesas de custo, porque não sabem se a pessoa que contrataram para me substituir fica lá durante tanto tempo.
?!
Em primeiro lugar, se eu tivesse caído nesta cantiga logo de início, estava a trabalhar há 6 meses "para aquecer".
Isto está a tornar-se um ciclo vicioso. Sou só eu que acho ultrajante que me proponham uma situação destas?
E o que é pior é que acabo por me sentir mal, porque queria mesmo muito este emprego. Começo cada vez mais a sentir que, quanto mais faço por dar o salto, mais me enterro nas mesmas coisas, nas mesmas histórias...
Sou só eu que ando nestas situações, é mesmo do meu karma? Ou há mais alguém por aí?

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Um bocadinho no Spa

Publicada por Karna Feminino à(s) 17:52 2 comentários
Ontem foi um dia muito especial, foi o aniversário do mais que tudo, e um dos presentes que ele recebeu, dos meus pais, foi uma massagem a dois. E quem beneficiou com o negócio, quem foi? Eu!!
Tivemos uma experiência maravilhosa no Almada Royal Day Spa e devo dizer que, a mim, uma novata nestas experiências relaxantes, me conquistou. Primeiro que nada, fomos recebidos de uma forma muito acolhedora. Foi também muito bom não haver qualquer tipo de ruído e, desde que entramos até sairmos, não estava mais lá nenhum cliente. Apesar de ser a dois, cada um de nós entrou em salas separadas e disfrutamos, ao mesmo tempo, de uma massagem localizada nas costas de 30 minutos. Além de uma maravilhosa massagem às costas todas, eu ainda tive direito a uma massagem nos ombros e cabeça. Saí de lá como nova!
Aprovado e aconselhado!

terça-feira, 22 de abril de 2014

Após as férias...

Publicada por Karna Feminino à(s) 22:35 3 comentários
... Ainda não estou em condições para voltar ao ritmo das publicações, mas amanhã certamente já vou conseguir voltar em pleno!
Entretanto continuo numa perspetiva de escrita mais visual. Ficam aqui alguns dos pecados gastronómicos do almoço de Páscoa:

 Uma vista geral da mesa: caracóis, maionese de pimentos e fiambre, batatas fritas, pêssego e ananás, arroz branco e (faltava ainda mas está simbolizado pelos garfinhos) fondue.
 A primeira Paella cá de casa!
Os primeiros caracóis do ano (deliciosos!).
E a mesa das sobremesas: gelatina, baba de camelo, tarte de pastel de nata e delícia de chocolate.
 
Como devem calcular, claro que não me fiquei pela gelatina... E por esses lados, também houve muitos disparates na comidinha?
Boa semana!
 

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Justificações para a minha ausência

Publicada por Karna Feminino à(s) 23:47 5 comentários
Depois de eu ter escrito já um texto todo muito bonito sobre como publicar todos os dias, é inaceitável andar desparecida daqui e das leituras regulares dos outros blogs, eu sei...
Mas os manos estão de férias e ando com outras atividades programadas, então o tempo para estar por aqui anda (temporariamente) escasso.
E até como não tenho muito tempo para escrever aqui o que ando a fazer, cá vos deixo uma publicação mais visual sobre o que tem andado a fazer-se por aqui.













Atividades em comum?
Boas férias da Páscoa!

terça-feira, 15 de abril de 2014

Cinema #3: "Rio 2"

Publicada por Karna Feminino à(s) 09:00 0 comentários
Tal como publiquei hoje no Facebook, hoje foi dia de cinema, mas, visto que estou de "férias" com os manos, foi tempo de um filme mais infantil. Nada que eu não me importe, visto que até gosto bastante de os ver (aos bons, claro!).
E o que tenho eu a dizer sobre "Rio 2"? Bom, eu sou de desconfiar, porque fiquei altamente fã do primeiro filme (só eu sei o quanto eu adoro o Carnaval e o quanto eu não posso morrer sem passar um Carnaval no Rio de Janeiro, ou dois, vá!). E deste também gostei bastante, apesar de que as minhas expetativas estavam bastante elevadas e considero que na sequela de "Rio" não se inovou muito, além do que já tinha sido mostrado no filme anterior.
Neste filme já não podemos contar com um desfile no sambódromo (ohhhhh!), mas passa-se sensivelmente na mesma altura do ano. Desta vez o Blue já constituiu família, tem três filhotes lindos, e vivem no abrigo para aves do Túlio, aquela "ave rara" de óculos e que (pensa que) fala muito bem com as aves. Até que foi descoberto que existem mais araras azuis, da mesma espécie que o Blue, na Amazónia e partem todos numa grande excursão para conhecerem os seus "familiares".
Mas, para azar do Blue, além do GPS ter grandes falhas de rede, quando lá chegaram o bando de araras era, nada mais, nada menos do que liderado pelo seu "amável" sogro, que nutria um afeto tão grande por ele como eu por canela. Foi ódio à primeira vista!
Bom e então este filme centra-se sobretudo na luta dos animais para preservarem o seu espaço na natureza, desconfiando sempre dos "homens", enquanto o Blue continua um verdadeiro fã da humanização. Pelo meio pode-se contar com imagens e animações lindíssima, de aves a dançar e a voar, perseguições do Nigel, castings para um samba enredo e até um jogo de futebol entre aves.
Tudo a não perder... No "Rio 2"! Filme aprovado!
Para  variar um bocadinho os trailers originais, deixo aqui um exclusivo do vilão (que na minha opinião, apesar de neste caso até não se verificar, chegam a ser bem mais interessantes do que os heróis!).
Bom cinema!

segunda-feira, 14 de abril de 2014

No mundo da literatura infantil #4: "A fada Dorinda e a Bruxa do Mar"

Publicada por Karna Feminino à(s) 11:47 0 comentários
O livro infantil de que vos venho falar hoje tem como título "A fada Dorinda e a Bruxa do Mar", escrita por Patrícia Reis e ilustrada por Gabriela Sotto Mayor
Preço: 13,30€
Editora: Ambar/Planeta Júnior

Este é um produto nacional destinado a crianças mais velhas, a partir do 3.º/4.º ano do 1.º Ciclo, pois além de ter um vocabulário e estrutura textual mais complexa, tem também uma maior dimensão de texto. É o típico livro para as meninas, fala sobre uma fada, a Dorinda, que vive no fundo do mar, com toda a diversidade de peixes que pode existir, mas que acabou por ser enganada e capturada pela Bruxa do Mar. O final fala sobre a escapatória, ou não, da fada Dorinda e das suas amiguinhas fadas, também presas pela vilã.
Esta não é uma das melhores histórias para realizar atividades, até porque, tal como já disse, destina-se a uma faixa etária mais alta do que os livros que tenho apresentado, devendo este livro ser, idealmente, lido autonomamente pelas crianças. A linguagem simples e clara permite que vão acompanhando a história e apropriando-se do vocabulário usado para a contar.
Por fim, gostaria de deixar um grande elogio às ilustrações que, na minha opinião, estão soberbas, muito coloridas e apelativas. Aconselho vivamente a darem uma vista de olhos!
Boas leituras!

sábado, 12 de abril de 2014

As 10 piores amigas para se ter no Facebook

Publicada por Karna Feminino à(s) 18:20 1 comentários
Ultimamente ando a aperceber-me que, na minha conta pessoal do Facebook, os amigos podem ser divididos por grupos: família chegada, amigos com quem falo todos os dias, família menos chegada, amigos da terra, amigos da escola, amigos de quem gosto mas com quem não falo muito e amigas que me irritam "um pouco". Então resolvi deixar aqui o Top 10 das piores amigas que se podem ter no Facebook. Só um reparo: escrevi "amigas" no feminino, não querendo dizer que também não se aplique a "amigos" no masculino; a questão é que, pelo menos no meu caso, as mulheres criaram e dominaram estas categorias. Vamos então lá ver quais são elas.

10ª - A fiel seguidora dos reality shows
E em 10.º lugar temos a amiga verdadeiramente fiel aos reality shows, que tem "gostos" em todas as páginas, oficiais e não oficiais, dos participantes destes programas, quer tenham sido os mais badalados, quer tenham sido os primeiros a sair e de quem já ninguém se lembra! Esta é também o tipo de amiga que está constantemente a partilhar ligações e opiniões sobre as personagens destes ditos programas e a enviar contínuas mensagens privadas a pedir para votarmos neste ou naquele. É a fiel seguidora dos reality shows que, na verdade, me faz acompanhar minimamente estes programas, já que cá em casa nunca tiveram lugar de destaque, muito menos em horário nobre. Agora, pergunto a esta amiga: quem é que disse que os outros querem saber? Já ouviu falar sobre grupos e páginas de apoio destinadas a esses assuntos? É que assim só chateava mesmo quem queria saber...


9ª - A fã dos seus próprios filhos
Numa posição mais acima da tabela, temos a amiga que é a maior fã dos seus filhos, o que não é ridículo se for até aí aos 10 anos de idade dos seus rebentos. Depois disso, ter como foto de capa as selfies dos filhos de 40 anos começa a deixar de ser engraçado. Mas isto não é o pior. O pior mesmo é ver esta mãe a comentar imensas publicações dos filhos, a partilhar dicas e demonstrações de amor na cronologia dos mesmos e estes, como se costuma dizer, nem "ai", nem "ui". Quase que passa de irritante a dá pena, quase que me leva a mim a comentar uma das suas publicações, com um texto do género: "Deixe lá D. Fã Dos Seus Próprios Filhos, o seu filho/filha é uma besta, mas todo o Facebook já percebeu que gosta imenso dele. Agora pare, já chega.". Mas o que me põe fora de mim, mas também me faz dar umas valentes gargalhadas, neste tipo de amigas são as publicações de apoio ao dito filho/filha, quando estes estão a fazer a maior figura de urso de sempre. Tudo bem que mãe é mãe e que as mães apoiam sempre os seus filhos, mas quanto a fazer figuras tristes... Já é discutível!

8ª - A que publica TODAS as fotos que tira
Meu Deus, alguém pode retirar a máquina fotográfica/telemóvel ou o acesso à Internet desta pessoa?! Desde já, deixo expresso que não sou contra a partilha de fotografias no Facebook, mas vai num passeio e partilha TODAS as fotografias que tirou? Mesmo as desfocadas? E as que foram tiradas com pouca luz e que parece que esteve no submundo? E aquelas 10 seguidas com o mesmo bebé com a mesma cara? E aquelas 20 em que alguém, que não queria ser fotografado, está a desviar-se e/ou a tapar a cara? Isso também é preciso publicar para todo o Facebook ver?

7ª - A que acha que é modelo

(ANDPOP)
Logo a seguir à fotografa do ano, temos, na sétima posição, a amiga que acha que é modelo, mas que nunca fez nada nessa área e, ao que parece, também não tem muito jeito. Calma, não estou a criticar fotos de looks, isso é uma coisa. Outra completamente diferente é fotografias amadoras, na maioria das vezes com uma péssima qualidade, na qual se intitulam modelos e dizem para a "fotógrafa": "Gostei muito de trabalhar contigo". Aquilo não é trabalhar, é antes contraproducente, onde já se viu uma fotografia de modelo decente, a ver-se as falhas do bronzeador laranja? Não me parece que haja qualquer tipo de profissionalismo nestas fotografias, muito menos de arte ou moda.

6ª - A que está constantemente a enviar pedidos (seja para o que for!)
Epa, este tipo de amiga tenho a certeza que todos temos. A que envia pedidos para jogos (mas eu já disse que não jogo!), a que envia pedidos para se pôr "gosto" numa página/comentário/foto/publicação (para um concurso qualquer), a que envia pedidos para ajudarem o não sei quantos que precisa de não sei o quê... Não há paciência! Até porque quando chegamos ao ponto em que bloqueámos as aplicações... Ela descobre e envia pedidos novos!

5ª - A assassina da Língua Portuguesa
 E a meio da tabela temos a assassina da Língua Portuguesa, que não só desrespeita todas e quaisquer regras de ortografia e gramática, como também ainda faz gala disso. Pior ainda são aquelas que dizem:
- Olha, o que é que queres, é do acordo ortográfico, ainda não me habituei! - isto escrito com os erros mais inacreditáveis e possíveis de concebermos na nossa imaginação, que, como é óbvio, nada têm a ver com o mais recente acordo ortográfico.
Esta pessoa consegue estragar todas e quaisquer frases reflexivas ou textos comoventes que sejam da sua autoria, pois só de vislumbrar, qualquer um fica sem vontade de ler. É com este tipo de amiga no Facebook que tenho epifanias, das graves, que me fazem sentir a frustração de corretor ortográfio.

4ª - A que diz que detesta homens mas anda à caça
 "Farta de homens! Agora quero é festas e amigas" ou a típica frase "Os homens são todos iguais" são as publicações mais frequentes deste tipo de amigas no Facebook. Rebaixam e estereotipam os homens, dizem que estes  só querem mulheres fáceis, que só pensam em futebol, que não dão valor à mulher verdadeira (e qual éa definição disso?), mas estas frases e opiniões, para mim, traduzem-se em "Quero um homem desesperadamente!". E isto porquê, caros leitores? Porque este tipo de amiga, a que supostamente odeia homens, é aquela que, assim que consegue, arranja um namorado, com o qual publica imediatamente que está numa relação, e parece a toda a gente que, ao fim de um mês, já é para casar, até porque já se publica que aquele é o homem da vida dela. Só que não. Na melhor das hipóteses, um ou dois meses depois (quando não se trata de dias) já esta amiga terminou a relação e reclama que nem pode ver homens à frente e lá voltamos nós ao início do ciclo.
Com amigas destas no Facebook, muito sinceramente, não sei para que é que as pessoas perdem tempo e gastam dinheiro com revistas "cor de rosa"!

3ª - A filósofa de frases feitas
E já estamos no TOP 3 das piores amigas, com a filósofa de frases feitas em terceiro lugar. Sabem aquelas fotografias que são partilhadas no Facebook com uma fotografia a preto e branco e marca de água, com uma frase profunda, em destaque, com um autor mundialmente reconhecido (mas que na maior parte das vezes não corresponde à verdade)? Então se sabem, estou a falar daquele tipo de amigas que está constantemente a publicar imagens destas, com frases muito profundas do Gandhi ou do Dalai Lama. Só existem dois problemas com estas amigas (e que me irritam profundamente, diga-se de passagem) é que, primeiro, elas nem fazem ideia de quem sejam os verdadeiros autores:
- Deve ser um cantor ou um ator qualquer!
E, segundo, isto é mesmo só filosofia de boca, porque adotar efetivamente a filosofia que está na imagem é mentira.

2º - A sempre emocionada
Como já estamos na segunda posição, é de calcular que esta seja uma personagem que me ponha fora de mim, prestes a partir o portátil. Esta nossa amiga, a sempre emocinada, é o pavor. Qualquer publicação, comentários, fotografias, o que seja é acompanhado do seguinte bonequinho:
:')
Mas esta mulher está sempre emocinada, caramba?! É de ver coisas de bradar aos céus, tais como: "Obrigada :')", "Oh, que fofinha! :')", "És tudo para mim :')", "A madrinha é pior que o afilhado :')", "Vamos combinar um jantar? :')" "Foto minha quando saí da casa de banho :')". A sério, é de chegar ao ridículo.

1.º - A que publica a vida toda
 (Chromoz)
E para terminar (ouvem-se os tambores rufar), temos a implacável, a viciada, a sempre online, a amiga que publica a vida toda no Facebook. Esta é a pessoa mais chata de todo o sempre, que vive para e no Facebook, é a junção do pior de todas as outras categorias de amigas. 
Ela foi sair à noite, publica uma foto com a legenda "Que noite louca, Maria, Zézinha e Companhia Limitada, temos de repetir!".
Ela foi sentar-se numa esplanada, publica uma foto com a legenda "Que bem que se está à beira mar, muito bom cafézinho com as minhas queridas amigas".
Ela foi às compras e publica todos os sacos que trouxe "Mas que belas comprinhas!".
Ela foi correr e/ou dar uma caminhada, temos uma sequência de fotografias de todos os sítios diferentes por onde ela passou.
Ela resolve fazer dieta, temos a toda a hora fotografias do almoço, do pequeno almoço, dos smoothies, do jantar, da ceia...
Ela tem insónias, toca de publicar selfies na cama, despenteada, a fazer caretas e com a legenda "Opa, não consigo dormir".
Só falta mesmo é ela ir à casa de banho e publicar a fotografia daquilo que evacuou, com um comentário do estilo "Bem, estava cheia de gases!".

E depois deste enorme texto, quero que me digam: identificam algum amigo vosso de Facebook como pertencente a uma destas categorias? Trocavam a ordem de algumas delas? Acrescentavam mais alguma categoria? 
Partilhem comigo!

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Livro do Momento #3: "O Príncipe da Neblina"

Publicada por Karna Feminino à(s) 23:45 1 comentários
O novo livro lido foi "O Príncipe da Neblina", de Carlos Ruiz Zafón, e, apesar de continuar a ler livros publicados há mais de 20 anos, devo dizer que este superou as minhas expetativas.
Preço: 17,75€
Editora: Planeta
Para quem gosta de livros relacionados com o mundo esotérico e com suspense, este é o livro indicado. Fala sobre uma família que se mudou para uma pequena cidade, devido à guerra estar a chegar perto do seu lar. Ficaram com uma casa grande, perto da praia, mas que tinha pertencido a um casal, os Fleischmann, a quem um filho tinha morrido, levando, pouco depois, ao suicídio da mãe e à morte do pai por uma doença estranha. Logo aqui está mesmo a pedir um fantasminha ou dois, hã?!
Bom e o que acontece entretanto, na tentativa de se adaptarem a uma nova realidade, é que a irmã mais nova dessa família entra em coma devido a uma situação muuuuuiiiitooo estranha, numa queda inexplicável, e tudo parece estar relacionado com o estranho jardim de estátuas no exterior da casa que têm a mania de ser irem mexendo...
Curiosos? Então leiam e partilhem aqui a vossa opinião!
Boas leituras!

Primeiro Episódio do "Resurrection"

Publicada por Karna Feminino à(s) 14:28 1 comentários
Apenas hoje consegui ver, agorinha mesmo à hora do almoço, o primeiro espisódio (gravado na box) da série "Resurrection" e só tenho uma palavra para descrever: BRUTAL! Estou super ansiosa para ver o segundo episódio na próxima quarta-feira, às 22h15, no AXN. "Resurrection" é uma série baseada no livro "The Returned", de Jason Mott, que fala sobre o regresso dos mortos e a reação dos familiares a este reencontro.
Para contagiar o entusiasmo de quem me vem cá ler, o primeiro episódio de "Resurrection" debruça-se acerca do acreditar e dos milagres. Começa por mostrar uma criança, a acordar no meio de um campo, no meio da água e a andar desalmadamente até umas estradas de terra na China. Esta criança é entretanto deportada para os Estados Unidos, visto que desconfiam que é daí que ele é, e depara-se com o Martin Bellamy, um agente da unidade das deportações, que tenta levá-lo à sua família, para evitar entregá-lo aos serviços de adoção. Até aqui tudo muito bem, o menino, mesmo sem falar, lá indicou ao agente onde era a sua casa, mas, quando lá chegam, o casal que vive naquela casa diz que o filho morreu afogado num rio perto da casa há 32 anos. O que complicou ainda mais as coisas foi quando se encontraram com a criança... Até me arrepiou! Ao que tudo indica a criança, com o nome de Jacob, é mesmo o filho deste casal, encontra-se tal e qual como antes de morrer (com 8 anos), indicado inclusivamente por um teste de ADN... E mais não digo, para não tirar a graça toda ao primeiro episódio!
Também viram? Gostaram?
Boas séries!
PS.: Nada de "spoilers" nos comentários!! 

quinta-feira, 10 de abril de 2014

O (re)início da dieta

Publicada por Karna Feminino à(s) 13:18 1 comentários
Andei aqui um dia desaparecida e quem me segue no Twitter/Facebook acho que percebeu que eu estava ontem um pouco depressiva... Até tinha aqui alguns textos para escolher e publicar, mas simplesmente não combinavam com o meu estado de espírito de ontem. Certamente, principalmente as senhoras, me compreendem!
Mas depois de uma boa caminhada e de umas conversas de "deitar fora" lá voltei a mim e confesso que hoje me sinto cheia de energia! Decidi  que esta vai ser a semana de regresso à minha dieta. Em janeiro já a tinha começado e os resultados no início de março já eram visíveis, mas entretanto com os festejos carnavalescos saí do bom caminho e ainda não consegui voltar.
Mas esta semana regressei, mesmo com o aniversário do mano e os doces inevitáveis, e uma coisa que vou certamente fazer diferente desta vez é começar com calma, nada de atitudes radicais, e com objetivos a curto prazo. Em primeiro lugar, mentalizei-me que não é possível eu perder 20 kg (ainda que me fizesse falta) de um dia para o outro e comecei primeiro com a meta de perder 5 kg. Não quero fazer dietas loucas, nem beber chás milagrosos e muito menos quero tornar-me numa modelo e numa obsessiva por dietas. Quero antes, sim, sentir-me menos pesada, não ficar com a língua de fora sempre que subo um lance de escadas e sentir-me bem com o que como. Portanto, a "curto" prazo tenho o objetivo de perder 5kg e, quando lá conseguir chegar, quero perder mais 5 kg.
Em segundo lugar, não vou passar fome, porque isso é meio caminho andado para voltar a cometer os disparates. Comer bem não é sinónimo de só comer um quarto do prato e acho que esse era um dos meus maiores erros. E sim, de vez em quando, até porque cá em casa há uma ótima cozinheira e uma família de gulosos, vou comer um pedacinho das sobremesas que cá se fazem. Isto também está relacionado com a minha forma de estar e de viver, porque apercebi-me que outro dos meus "temas" (que falei logo na primeira publicação) é a comida, o poder comer ou não poder, e não vou simplesmente ficar sem um dos meus prazeres preferidos. Vou tentar antes moderá-los e descobrir outros prazeres noutra forma de alimentação. Além disso, aprendi há pouco tempo que a ansiedade de não poder comer um doce e/ou o sentimento de repressão depois de comer algo mais calórico do que o devido aumenta o stress, o que por sua vez nos ajuda a engordar e nos leva ao início do ciclo, que é querer comer outro doce.
Em terceiro lugar, tenho de fazer mais exercício físico. Não é inscrever-me num ginásio e passar lá o dia, até porque isso não é bem o meu estilo de vida. É mais fazer mais caminhadas e começar mesmo a dar umas corridinhas, acompanhados de alguns exercícios (rápidos) para alongar e tonificar. E quanto mais ao ar livre, melhor.
Então, as regras que decidi começar a seguir mais frequentemente, a começar , são: beber mais água (bebo muito pouca durante o dia todo) e alterar o tipo de alimentação a partir da hora do almoço. Não é deixar de lanchar/jantar, é antes evitar o pão e substitui-lo por frutinha e uma sopa, por volta das 18h30/19h, e fico logo jantada.
E vocês? Também andam preocupadas(os) com a dieta? Têm outras estratégias? Partilhem comigo (que bem estou a precisar)!

terça-feira, 8 de abril de 2014

As maravilhas do Ebay - parte 2

Publicada por Karna Feminino à(s) 16:22 3 comentários
Tal como ficou prometido, fica aqui o update da minha primeira encomenda no Ebay. Caros leitores e leitoras, só tenho a dizer isto: uma maravilha! Correu tudo super bem, encomendei e fiz o pagamento, sem qualquer complicação, no dia 07/03/2013 e recebi a encomenda em mãos, vinda de Hong Kong, no dia 25/03/2014.
O item de que estamos a falar é esta capa para uma tablet de 7" com teclado e micro USB incluídos, que me custou qualquer coisa como 6,64€ (portes de envio gratuitos), que funciona às mil maravilhas, testado ontem pelo meu querido irmão que fez 14 anos. Ora não sei se os caros leitores têm consciência, mas cá em Portugal, além de este género de artigos ser, de uma maneira geral, especialmente direcionados para Ipads, Samsungs e outras marca de tablet de renome, custam sempre, no mínimo, por volta de 50€ (despesas de deslocação não incluídas).
Assim sendo, e falando alguém que gosta de comprar tudo ao menor preço possível, foi ou não foi uma boa compra? Já experimentaram também o Ebay?
Boas compras!

Blogger e o sistema Android

Publicada por Karna Feminino à(s) 11:21 3 comentários
Tal como já disse anteriormente, eu iniciei este meu blog com a intenção de ser muito organizada, até porque já tive outros blogs e sei que o deixar de escrever é meio caminho andado para se perder o entusiasmo.
Uma das minhas ferramentas mais úteis é a tablet, que, para mim, se afigura em algo como entre o telemóvel o computador portátil: nem muito básico, nem com demasiadas funções. E, como já tenho as publicações escritas e prontinhas a sair, é só carregar no botão "Publicar". Além disso, devido a uma maravilhosa prenda de Natal do meu namorado, tenho um teclado especial para a tablet, o que me permite também escrever lá quando estou in the mood.
O que acontece é que o sistema operativo da minha tablet, assim como de milhares de milhões de outras, é o android e, como todos sabem, existem apps específicas para se trabalhar no android, sem se recorrer ao browser.
Pois bem, pensei que isto também me seria útil usando a app do Blogger, mas parece que afinal estava enganada. Esta app deixa muito a desejar, pois além de ser muito básica no que diz respeito à edição de texto, tem várias outras falhas, tais como publicar na data em que eu escrevi o rascunho em vez da data em que estou a publicar, não me deixa aceder aos comentários, várias vezes falha na publicação dos meus textos, entre outros. Sei que a equipa do Google tem mais com que se ocupar, mas isto nem parece deles, na minha opinião têm bastante a melhorar.
Em contrapartida, encontrei uma outra app que permite publicar no blogger, o BlogIt!, e que me satisfaz quase completamente. Falta o quase, porque esta app tem uma falha em comum com a anterior: publica na data em que foi escrito o rascunho.
Alguém tem uma experiência semelhante? Como dão a volta a isto?

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Algumas considerações sobre o The Voice Portugal

Publicada por Karna Feminino à(s) 16:35 0 comentários
Ontem consegui ver o segundo episódio do The Voice Portugal e, já que anda a ser um programa tão badalado e criticado, vou também aproveitar o blog para partilhar a minha opinião.
Desde já expresso a minha não desilusão ou desgosto com o programa. Passo a explicar, não considero que o programa e os seus respetivos jurados estejam a ser assim tão maus. As pessoas que tanto criticam, será que já viram os The Voice nos outros países? Não acho que as posturas sejam assim tão diferentes, os elementos do júri têm cada um a sua estratégia e pretendem construir uma equipa com determinadas características. Não me parece que nesta parte haja nada de extraordinário, o programa, na minha opinião tem corrido como esperado.
A crítica que eu levanto, e comparando com o mesmo programa noutros países, é que penso que os géneros musicais do júri deveriam ser mais demarcados e mostrar mais do nosso país, porque o que é facto é que temos géneros musicais diferentes do resto do mundo, tais como o fado e o pimba (sim, o pimba faz efetivamente parte da nossa cultura, quer queiramos quer não, quer achemos foleiro ou não).
Assim, penso que seria muito mais interessante e característico se o The Voice Portugal tivesse representantes de diversos estilos musicais e diferentes. Por exemplo, no Pop/Rock poderia ficar o Rui Reininho ou simplesmente convidarem o Tim, que certamente é um ícone na música Rock português, também com muitos anos de carreira. Para o fado e música tradicional portuguesa poderíamos ter a Ana Bacalhau, a Mariza ou a Teresa Salgueiro. Na parte do pimba haveria vários candidatos, como o Emanuel, o Marco Paulo, o Tony Carreira ou o José Malhoa. E para terminar, poderia manter-se a música latina com o Anselmo Ralph ou substituir-se/adicionar-se uma outra categoria para o Hip Hop Tuga com o Boss AC.
Não seria um júri mais representativo da diversidade musical portuguesa? Eu acredito que sim!
E vocês? Também já viram? O que têm achado?

No mundo da literatura infantil #3: "A princesa que bocejava a toda a hora"

Publicada por Karna Feminino à(s) 12:02 2 comentários
O livro infantil "A princesa que bocejava a toda a hora", de Carmen Gil & Elena Odriozola, foi destacado em 2006 com o 2.º prémio de melhores ilustrações, na categoria infantil e juvenil, pelo Ministério da Cultura de Espanha.
Preço: 12,90€
Editora: OQO
Confesso que o que me chamou à atenção para este livro foi única e exclusivamente o destaque do prémio ganho, porque, pela capa, não me atraiu muito numa primeira impressão. No entanto, esta perspetiva foi imediatamente alterada quando abri e li o livro.
Para já, as ilustrações são, de facto, um mimo. Ficam aqui algumas para despertar a curiosidade.


Depois, a história é interessante, contém frases que se repetem sistematicamente, convidando o público mais jovem a participar e a repetir também. A história fala, tal como se prevê no título, de uma princesa de um reino que estava sempre a bocejar, mas com ela bocejava todo o reino. O rei, seu pai, que já estava a ficar preocupado, tentou então apresentar algumas soluções para tentar parar com os constantes bocejos. Será que vai conseguir?
Este livro, em sala de atividades/aula, permite falar sobre os divertimentos de cada um e a importância que atribuem à amizade. O que é para eles o mais divertido de fazer? O que costumam fazer com os amigos dentro e fora da escola?
Além disso, para os mais crescidos, pode-se também analisar a "língua ensarilhada" do filho do criado. Como é que será que se formou essa língua? Estão lá partes das palavras que ele queria dizer? E é ainda possível tentar que os alunos, em pequenos grupos, criem outras "línguas ensarilhadas", através de outras regras de formação.
Boas leituras!

domingo, 6 de abril de 2014

Twitter

Publicada por Karna Feminino à(s) 10:21 1 comentários
Venho confessar publicamente que, apesar de todo o meu desdém e ceticismo inicial, estou a gostar bastante de utilizar o Twitter enquanto Karma Feminino. É que, essencialmente, serve para eu mandar uma "posta de pescada" qualquer sempre que me apetecer. Obviamente que não é a mesma coisa que um blog ou o Facebook, nos quais há sempre um maior espaço para divagações, mas para ir partilhando qualquer coisa rápida, inclusivamente fotos, é uma maravilha. E mais: dá para sincronizar com o perfil do Facebook, o que faz com que, sempre que partilho qualquer coisa no Twitter aparece sempre no meu perfil.
Já experimentaram o Twitter? O que acham? Gostam tanto como eu?

E já agora, aqui que ninguém nos ouve, alguém usa também o Instagram? O que acham? Quais são, para vocês, as vantagens e desvantagens? E as utilidades?

sábado, 5 de abril de 2014

Na cozinha #2: Uma pizza pouco calórica

Publicada por Karna Feminino à(s) 16:38 0 comentários
Ando um bocado obcecada por dietas e com a ideia de me renovar e reeducar na alimentação, mas, tal como se previu, ainda não encontrei a minha estabilidade emocional e tem sido difícil seguir e/ou manter uma dieta. Quero muito, mas falta o fundamental.
Nas minhas divagações pelo Pinterest, encontrei uma receita "saudável" e resolvi experimentá-la. É para os fãs de pizza (como eu!) e que estão a fazer dieta. Têm saudades de saborear uma pizza? Então vejam lá como é.
Então, essencialmente, no que é que isto consiste? Na parte superior da pizza (a melhor parte!) sem a massa, o que reduz imenso as calorias.
O que esta blogger mandar fazer é numa frigideira anti-esturro se ponha o queijo mozzarella ripado na frigideira, sem qualquer gordura, a derreter. Depois, quando o queijo começar a borbulhar, é para se pôr outros aditivos na pizza, neste caso só se pôs pepperoni (até porque quantos mais outros recheios se puser, mais calórico fica!). Quando o queijinho ficar já tostadinho nas laterais, como se pode ver na foto, já se pode retirar da frigideira e pôr num prato, o que é fácil dado estar-se a utilizar uma frigideira que não deixa que a comida "pegue".
Bom, eu no meu caso dei uma no cravo, outra na ferradura. Fiz de facto esta espécie de pizza, mas, primeiro, como não tinha uma frigideira daquelas, tive de pôr um pouco de gordura para que não pegasse. Até me podia ter portado bem e posto azeite, mas não, tive de pôr margarina.
Depois, não pus só um aditivo... Pus chourição cortado aos pedacinhos, cogumelos, azeitonas e alho cortado aos bocadinhos. Um verdadeiro desastre.
Outra dica: eu não tinha queijo mozzarella, então coloquei fatias de queijo cortadinhas aos bocadinhos e o que aconteceu foi que não uniu da mesma forma como está homogeneizado na imagem. Por isso, se querem que fique tudo ligado têm mesmo de usar o queijo mozzarella ripado.
Mas, apesar de tudo, estava muito bom! Receita mais que aprovada!
Bons cozinhados!

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Assiduidade no Blogger

Publicada por Karna Feminino à(s) 17:23 0 comentários
Quando me comecei a entusiasmar com a ideia de ter um blog, defini para mim própria que seria muito mais assídua do que nas vezes anteriores e tentaria sempre publicar pelo menos uma vez por dia, o que, até à data, se tem mantido, conseguindo inclusivamente, em alguns dias, publicar duas ou três vezes.
E como é que consigo fazer isso? Ficam então aqui as três dicas principais e mais importantes para iniciantes na blogosfera.
Bom, em primeiro lugar, é preciso escolhermos um tema, o que não é assim tão difícil, basta olharmos em nosso redor e pensarmos naquilo que estamos a viver, em produtos que experimentámos ou que queremos, situações cómicas/tristes que nos aconteceram, aquilo em que estamos a pensar, entre outras coisas. E estes temas não nos ocorrem sempre quando estamos sentados sentados em frente ao computador, muito antes pelo contrário, e por isso tenho um caderno pequenino onde vou apontando os vários temas que me surgem para falar aqui e depois vou riscando aqueles que já escrevi. Tenho-o sempre comigo e às vezes basta apontar uma ou duas palavras para mais tarde me lembrar daquilo que queria escrever.
Em segundo lugar, sempre que tenho tempo, paciência e inspiração aproveito logo para escrever pelo menos duas ou três publicações (já cheguei a escrever seis!) de uma só vez. Para quê guardar para amanhã, quando posso perfeitamente deixar já isso pronto? Claro que não as publico todas, especialmente se já tiver publicado nesse dia. O que faço é guardar os textos nos rascunhos e vou publicando conforme vou considerando o que é apropriado. Esta é uma dica especialmente importante, porque há sempre dias com muitos afazeres (eu que o diga durante o fim de semana) ou em que a inspiração está seca. Assim, há sempre reservas de publicações, para que o blog se mantenha ativo mesmo que nós não tenhamos assim tanto tempo para dedicar ao blog.
Em terceiro e último lugar, quer o Blogger, quer o Facebook, já têm as funções de agendamento, que são fulcrais quando nem tempo (ou internet) há para carregar no botão "Publicar". É só escolher a data e a hora e selecionar a opção de publicar, que depois o nosso querido Blogger/Facebook se encarrega do resto do trabalho.
Falando assim, até parece fácil dar vida ao blog, não parece? Parece e é, partilhem comigo a vossa forma de organização e/ou experiência com estas dicas.
Boas publicações!

Livro do momento #2: "Como Água para Chocolate"

Publicada por Karna Feminino à(s) 09:52 0 comentários
Desde já aviso os caros leitores que continuo numa onde de ler livros mais antigos. Desta vez foi o "Como Água para Chocolate", de Laura Esquivel.
Editora: Edições ASA
Preço:10,90€

É um livro que conta uma história formidável, a de Tita, uma jovem mexicana no início do século XX. Através de 12 receitas, uma para cada mês, são contadas as aventuras e desventuras de Tita, do seu amor por Pedro, das tradições familiares, da sua relação (muito) conflituosa com a mãe, sempre acompanhadas, como é claro, de dicas para cozinhar. Esta é uma história tipicamente feminina, que envolve drama, amor, sexo, mas contada muito naturalmente.
Mas... Para mim este livro peca no final: um final muito alternativo ou, se lhe quiserem chamar assim, esotérico, sem grande conexão, na minha opinião, com o que se passou anteriormente, mas enveredando pelo caminho mais óbvio. O último capítulo desiludiu-me um bocadinho. 
Já mais alguém o leu? O que acharam?
Boas leituras!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Unhas #2: Unhas de Primavera

Publicada por Karna Feminino à(s) 12:55 1 comentários
Hoje está um dia quase digno de primavera e, como se pode ver na outra publicação, já ando com o bichinho das cores de verniz primaveris. 
Ficam então aqui outras inspirações para unhas de primavera, alguns com tutorial:
(Não sei de quem é. O autor, se ler isto, que se acuse!)
Inspiradas(os)? De quais é que gostaram mais?
Boas pinturas!
 

Karma Feminino Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review